MPLA destaca ganhos diversos no sector da Saúde em Angola


Por Flávia Massua
19/08/2017 09h52

A directora do gabinete para a Cidadania e Sociedade Civil do MPLA, Fátima Viegas, destacou, esta sexta-feira(03), em Saurimo, os esforços empreendidos pelo Executivo na melhoria dos serviços de saúde em todo o país, mas admitiu que falta, ainda, muita coisa para o aumento do nível de vida das populações.

Fátima Viegas, que falava durante um encontro com as autoridades tradicionais da província da Lunda-Sul, reconheceu ser justa a solicitação dos participantes, para a necessidade da celeridade na resolução de vários problemas sociais, sobretudo, para a continuidade da confiança dos jovens na governação do partido no poder.

A dirigente partidária realçou, igualmente, o facto de a indústria transformadora estar a desenvolver-se e a beneficiar de investimento privado, sobretudo estrangeiro, que tem permitido, disse, a criação de mais postos de trabalho e a melhoria das condições de vidas das populações.

Neste particular, o primeiro-secretário provincial do MPLA na Lunda-Sul, Daniel Neto, considerou que a abertura, no primeiro semestre de 2022, do projecto mineiro Luaxe, um investimento maior que o de Catoca, abriu perspectivas animadoras no domínio do emprego para a juventude local.

Daniel Neto, que também é o governador provincial, garantiu que a resolução dos principais problemas da população, em particular dos jovens, continua nas preocupações do Executivo, tendo apontado, entre os problemas, o desemprego e a falta de habitação.

O dirigente destacou, também, o facto de a província ter sido contemplada com o maior número de vagas para a admissão de novos professores, no concurso público da Educação, que está para breve.Relativamente à habitação, referiu-se à construção da futura centralidade de Saurimo que, na primeira fase, vai beneficiar mais de 200 famílias, com os jovens no centro das prioridades.

Daniel Neto aproveitou, ainda, a ocasião para exortar os participantes a encararem com seriedade o processo de registo eleitoral oficioso em curso no país, por considerar o ponto de partida para a contínua consolidação da democracia e do Estado de Direito em Angola.

O soba de Saurimo, Fidel Riveno, que falou em representação das autoridades tradicionais presentes, sugeriu o aumento de apartamentos na futura centralidade, das 204 previstas para pelo menos mil residências, defendendo a criação de políticas concretas, que promovam o emprego na mina de Luaxe, com prioridade aos jovens nativos.

O gabinete de Cidadania do MPLA, aproveitou a ocasião para entregar aos mais de 100 representantes da autoridade tradicional local bens alimentares de primeira necessidade, produtos de higiene, roupas e calçados.

´

DEIXE O SEU COMENTÁRIO

´

MPLA
A FORÇA DO POVO

SEJA MILITANTE