Diversidade cultural em audiências concedidas pela Camarada, Luísa Damião

A Vice-Presidente do MPLA, Luísa Damião abordou o processo democrático e as Eleições Gerais aprazadas para Agosto de 2022 com o Bastonário da Ordem dos Evangélicos de Angola, a jornalista Sandra Mainsel e o escritor Osvaldo Mboco.
PORTALMPLA – 05 de Maio (Quinta-feira) de 2022 - A Camarada Luísa Damião, Vice-Presidente do MPLA, recebeu, em  audiências separadas, o Arcebispo Pedro Ventura, Bastonário da Ordem dos Evangélicos de Angola, a jornalista Sandra Mainsel e o escritor Osvaldo Mboco, tendo na ocasião abordado várias questões relacionadas com a vida social e política do país.

No final dos encontros decorridos na Sede Nacional do Partido, em Luanda, Osvaldo Mboco, autor da obra literária "As Eleições Angolanas entre 1992 - 2017" afirmou que: "com a cultura jurídica que vamos ganhando aos poucos, o respeito que devemos ter no âmbito da sociedade e pelas instituições, não dependem de quem está a titulalizar o país, ou o Executivo mas sim, dos três poderes, resumidos na forma de ser e de estar dos próprios cidadãos".

A jornalista Sandra Maisel, por sua vez, disse aos jornalistas que, "o aproximar das eleições é um momento bom para a observação do comportamento dos cidadãos e realização de estudos sobre o referido período".

O Arcebispo Pedro de Boavida realçou a agenda que a Igreja se propõe realizar no âmbito do processo eleitoral.

"Estamos a preparar um seminário de ética e deontologia ministerial onde vamos abordar o posicionamento do pastor ou ministro de culto diante do quadro eleitoral, porque precisamos preparar a nação para que tenhamos eleições pacíficas, tranquilas, harmoniosas e, naturalmente, o papel do pastor é de sensibilizar e transformar a sociedade, com uma mensagem de paz"; reiterou o Arcebispo Pedro de Boavida.

LN/DIP-CC
Voltar