DISCURSO DE ABERTURA DA CAMARADA LUÍSA DAMIÃO, VICE-PRESIDENTE DO MPLA, PROFERIDO NA REUNIÃO METODOLÓGICA DO DEPARTAMENTO DOS ANTIGOS COMBATENTES E VETERANOS DA PÁTRIA.

Camarada Pedro Neto, Membro do Bureau Político do Comité Central do Mpla e Secretário para os Antigos Combatentes e Veteranos da Pátria;
Camarada George Dombolo, Membro do Bureau Político do Comité Central, Secretário para Organização e Mobilização e Inserção na Sociedade; 
Camaradas Membros Do Comité Central;
Camarada Domingos André Tchikanha, Secretário de Estado Para os Antigos Combatentes e Veteranos da Pátria; 
Todo protocolo observado.
 Peço a vossa indulgência para que prestemos um minuto de silêncio em memória ao General na reforma, Jorge Barros "Nguto”, antigo Chefe do Estado Maior General Adjunto das FAA para a área operativa e de desenvolvimento.
Estimados camaradas;
É com elevada honra que saúdo todos os participantes a esta VI Reunião Metodológica do Departamento dos Antigos Combatentes e Veteranos da Pátria.
O MPLA é hoje um partido forte, dinâmico e aberto, a mercê da inestimável contribuição dos antigos combatentes e veteranos da pátria.
Neste sentido, este encontro para além de constituir um momento de introspecção, é também uma oportunidade para dignificarmos àqueles que nos legaram este país e ajudaram a engrandecer o nosso glorioso MPLA.
Caros camaradas;
Não se constrói um país sem valorizarmos os feitos e a memória dos que nos antecederam, até mesmo para acalmar os espíritos e o reencontro com a nosso heróico e glorioso passado.
O Camarada Presidente João Lourenço, na campanha eleitoral que nos levou à vitória em 2017, disse e eu cito: " Os antigos combatentes bateram-se por uma Angola livre e independente,(…) "Se os angolanos hoje convivem em plena harmonia, reconciliados uns com os outros, se temos o País ligado por terra e em plena reconstrução das suas infra-estruturas, se gradualmente se está a investir na construção de mais estabelecimentos escolares, universidades, unidades hospitalares, centros de produção e redes de distribuição de água potável e energia, se conseguimos cultivar os campos e deles retirar cada vez mais alimentos para o nosso consumo e para a exportação, tudo isso deve-se ao bem mais precioso que é a paz e a reconciliação entre nós".
Dizem também os especialistas que a história é feita de memória e de exemplos. Ao dignificarmos os que lutaram para a concretização dos ideais e aspirações do povo angolano, seguramente estaremos a dar lições de como se constrói um país para as presentes e futuras gerações.  
Os 64 anos, de muitas lutas e muitas vitórias do nosso Partido, têm marcas indeléveis dos valorosos antigos combatentes e veteranos da pátria que ensinaram-nos a valorizar e a defender as principais conquistas do Povo angolano.
É por isso que devemos sempre denunciar aqueles que pretendam criar instabilidade e instalar o caos no nosso País, minando a paz, a unidade, a reconciliação nacional e sobretudo, a marcha para o desenvolvimento arduamente almejado. 
Caros camaradas;
Realizamos esta VI reunião metodológica, congregando os representantes de instituições que lidam com as questões dos Antigos Combatentes e Veteranos da Pátria, onde, entre outras abordagens, partilhar-se-ão a preparação e a realização do VIII Congresso Ordinário do nosso Partido, os próximos desafios eleitorais, a assistência aos antigos combatentes, veteranos da pátria e o movimento associativo.
Ao discorrermos sobre os temas agendados, devemos incidir principalmente o nosso olhar na questão da assistência aos antigos combatentes, na análise da sua situação social, na eficácia dos programas sociais em curso, assim como no estado e pagamento das suas respectivas pensões.
Parece-nos fundamental também o nosso olhar estratégico para a qualidade do diálogo, o fortalecimento e a corporização da orientação do Camarada Presidente João Lourenço, sobre a necessidade de aglutinar numa só, as diferentes associações representativas dos antigos combatentes, para que um só interlocutor trate com o Estado todos os problemas atinentes às preocupações dos nossos mais velhos.
Caros camaradas;
Estamos confiantes na certeza da vitória do MPLA, cientes dos desafios que temos pela frente. Tal como no passado contamos com a experiência e a inspiração da capacidade de resiliência dos antigos combatentes e veteranos da pátria.
Auguro, caros camaradas, que ao abordarem os temas agendados façam com a devida abertura que os novos tempos exigem e no final possamos produzir conclusões e recomendações objectivas, que nos ajudem a minorar os problemas que se colocam aos antigos combatentes e veteranos da pátria.
Todos devemos continuar a trabalhar para reafirmar os ideais do nosso Partido e  engajarmo-nos na realização dos anseios e aspirações do povo angolano.
Com essas palavras declaro aberta a VI reunião metodológica do Departamento dos Antigos Combatentes e Veteranos da Pátria.
Viva o MPLA!
Viva o Camarada Presidente João Lourenço! 
De Cabinda ao Cunene um só! 
A luta!
A Vitória!
Muito obrigada pela vossa especial atenção.
Voltar