Vice-Presidente do MPLA visita Hospital Sanatório e do Kapalanga

PortalMPLA, 25 SETEMBRO 19 (4ª FEIRA) – A Vice-Presidente do MPLA, camarada Luísa Damião, efectuou (25/09) uma visita de constatação ao Hospital Sanatório de Luanda, onde tomou conhecimento da evolução das obras de reabilitação e ampliação desta unidade sanitária. A visita foi realizada no âmbito da jornada política aberta que o MPLA tem estado a desenvolver, com o objectivo de intensificar e aprimorar o trabalho de dinamização das actividades dos órgãos e organismos intermédios do Partido para uma maior aproximação com as estruturas de base . Esta iniciativa permite, igualmente, um maior conhecimento da situação.

Tal como disse a dirigente, “saímos dos nossos gabinetes e viemos constatar qual é o andamento das obras“. A Vice-Presidente aproveitou a ocasião para constatar o nível de organização e de funcionamento desta infraestrutura de referência nacional, que vai permitir uma melhor assistência aos pacientes com a extensão de áreas de serviços de diagnósticos, assistenciais, farmacêuticos, administrativos, entre outros.

No roteiro da visita, a Vice-Presidente percorreu as diferentes áreas do Hospital em uso que beneficiará de obras. O hospital possui capacidade para 250 camas, mas neste momento estão internados 295 pacientes, dos quais 90 por cento padecem de tuberculose, bronquite asmática, câncer do pulmão, entre outras patologias. Conta com mais 68 novos médicos, além dos 46 que foram empossados recentemente no quadro do concurso público de preenchimento de vagas. Conta também com a prestação de serviços de enfermeiros e técnicos de diagnósticos, acompanhados de formação especializada devido à demanda e à dimensão da unidade sanitária.

No fim da visita ao Hospital Sanatório a Vice-Presidente manifestou a sua satisfação pelo trabalho que está sendo efectuado e pelos ganhos que este hospital proporcionará não só para a circunscrição territorial em que se encontra, mas também para todo o país.

De igual forma, Luísa Damião enalteceu o facto de ter constatado o reforço com mais profissionais de saúde entre médicos e enfermeiros, o que vai permitir melhorar a qualidade do atendimento neste Hospital.

Entretanto, a dirigente recomendou a busca de soluções tempestivas para os constrangimentos que ainda existem, para que a obra termine no prazo previsto. Por outro lado, enalteceu os mais de 400 trabalhadores angolanos, entre os quais jovens que conseguiram o seu primeiro emprego, facto que considerou “motivador para o governo continuar a investir neste sentido”.

“Angola está aberta ao investimento estrangeiro para que venham mais investidores, que possam aumentar os postos de emprego para a juventude”, pontualizou.

Ainda no período da manhã a Vice-Presidente visitou o Hospital Municipal de Kapalanga, localizado em Viana, onde observou a necessidade do reforço de mais profissionais de saúde entre médicos e enfermeiros para melhorar a assistência médica e medicamentosa às populações.

Luísa Damião apurou que esta unidade hospitalar tem uma grande demanda de pacientes que não corresponde com a capacidade instalada.

A dirigente apelou aos profissionais de saúde a primarem pela humanização dos serviços e apostarem na sensibilização para a prevenção por forma a obtermos melhorias no sistema de saúde.

HT/DN

Veja todas as notícias