Redução de despesas do Estado foi uma medida corajosa

O Presidente da República, Camarada João Lourenço, informou durante o diálogo que manteve recentemente com representantes da sociedade civil, que foram tomadas medidas corajosas, a exemplo da redução das despesas do Estado, que permitiram ao país obter saldos orçamentais positivos em 2018 e 2019, depois de ter apresentado sucessivos défices orçamentais entre 2015 e 2017.

“As medidas tomadas pelo Banco Nacional de Angola para apoiar as empresas são também amplamente conhecidas, sendo aqui de destacar o facto de esta instituição ter aberto uma linha de crédito de 100 mil milhões de Kwanzas para adquirir obrigações do tesouro à empresas de pequena e média dimensão, que precisem de recursos de tesouraria imediata, sem quaisquer perdas decorrentes de descontos sobre o valor dos títulos em carteira”, afirmou o Camarada Presidente.

João Lourenço revelou que estão a ser implementadas outras medidas, com vista a desanuviar a pressão sobre a tesouraria das empresas com obrigações tributárias, outras para assegurar o financiamento às micro, pequenas e médias empresas do sector produtivo, para além das que visam proteger o bem-estar das famílias e assegurar a manutenção e criação de postos de trabalho.

CC

Veja todas as notícias