PROGRESSO: Ampliação da emblemática Cidade do Kilamba, em Angola

A empreitada arrancou 2ª feira (24) e implica a construção de mais 10 mil residências.

Luanda, 25 ABRIL 17 (3ª FEIRA) – A segunda fase de ampliação da Cidade do Kilamba, na província de Luanda, que vai construir 10 mil residências, em 28 meses, teve o seu início segunda-feira (25).

Ao contrário da primeira fase, o Governo angolano, enquanto promotor do investimento, irá construir as infra-estruturas urbanas, criando condições para que o sector privado adquira os lotes, devidamente infra-estruturados e implemente o seu projecto imobiliário.

No acto de consignação da obra à empresa chinesa CITIC Construction, o ministro angolano da Construção, Artur Fortunado, disse que esta nova visão de desenvolvimento urbano permite um menor investimento do Governo, ao mesmo tempo que alavanca e potencia o sector privado, o que beneficia o Estado, com o retorno do valor do investimento aplicado nas infra-estruturas.

“É a confirmação do papel de promotor e regulador do Estado, como factor e condição de estímulo ao investimento privado, uma condição indispensável à realização dos seus propósitos, que visam a satisfação das necessidades da população”, frisou.

A Cidade do Kilamba, cuja construção iniciou há, precisamente, nove anos e outras que nasceram pelo País adentro, incorpora a visão do Governo angolano, de ultrapassar as necessidades de habitação dos cidadãos.

Esta nova empreitada está orçada, no equivalente em Kwanzas, em 67 milhões, 342 mil e 193 dólares norte-americanos.

(Na foto, o ministro da Construção, Artur Fortunato, o governador da província de Luanda e o embaixador da China em Angola, Cui Aimin, lançam a primeira pedra da segunda fase da Cidade do Kilamba).

PortalMPLA/AB

Fonte: Angop

Veja todas as notícias