Pressupostos básicos necesários ao desenvolvimento em Angola

GP

Breve incursão pelo Programa de Governo do MPLA para o quinquénio 2012/2017.

 Luanda, 12/02 - Num relatório, datada de 29 de Janeiro último, o Fundo Monetário Internacional (FMI) felicitou o Executivo da República de Angola, pelo crescimento económico que o país está a registar.

A propósito, o Portal ÉME transcreve um extracto do capítulo do Programa de Governo do MPLA para o período 2012/2017, sobre o assunto, com o título “GARANTIR OS PRESSUPOSTOS BÁSICOS NECESSÁRIOS AO DESENVOLVIMENTO”.

Como se segue:

“A opção do MPLA, por um modelo de desenvolvimento sustentável do ponto de vista territorial, económico e social, mantém-se actual.

Trata-se do modelo que garante mais equilíbrio no desenvolvimento económico, mais equidade, mais crescimento do emprego e maior poupança interna, mais respeito pela natureza e pelas liberdades individuais, maior partilha e maior participação, numa sociedade do crescimento, moderna, aberta ao exterior, com presença de investimento directo nacional e estrangeiro e com maior intervenção do mercado, da iniciativa privada e da concorrência.

Com este modelo, o MPLA tem dado passos seguros, com vista a criar uma sociedade justa, equitativa e culturalmente desenvolvida e em que seja erradicada a fome e a miséria.

Uma sociedade assente na igualdade de oportunidades para todos os cidadãos e com realce para o desenvolvimento humano e justiça na distribuição do rendimento nacional, de modo a assegurar a estabilidade política e social.

Enfim, uma sociedade que garanta o acesso generalizado das famílias à habitação condigna, à agua potável e à energia eléctrica, aos serviços da educação e saúde e a outros bens públicos que contribuam para o seu bem-estar social.

Com vista a continuar a implementar este modelo no período 2012-2017, o MPLA considera que deve focar-se nos seguintes aspectos fundamentais para o desenvolvimento produtivo, que constitui base a base do crescimento económico, sendo este, por sua vez, a condição sine qua non do desenvolvimento sustentado: 1. A garantia da estabilidade macroeconómica; 2. A promoção do crescimentoeconómico sustentado; 3. A promoção do desenvolvimento equilibrado do território; 4. A promoção de uma políticapopulacional em linha com a estratégia de desenvimento do país e 5. A promoção do conhecimento científico e do avanço tecnológico”.

Veja todas as notícias