PCP solidariza-se com MPLA pela morte do nacionalista Lúcio Lara

Dirigente histórico foi recordado pela sua bravura no combate à opressão

e “à criminosa ditadura fascista e colonialista”.

 

Luanda, 1 MARÇO 16 (3ªFEIRA) – O Secretariado do Comité Central do

Partido Comunista Português (PCP) expressou hoje, terça-feira (1), em mensagem endereçada ao Comité Central do MPLA, profundo pesar, pelo falecimento do camarada Lúcio Lara, dirigente histórico do MPLA e da heróica luta de libertação do povo angolano.

 

Em nota de condolências, o PCP destaca o papel do nacionalista e consequente militante do MPLA que, ao lado do fundador da Nação, Camarada Agostinho Neto, e outros destacados revolucionários, contribuiu para a garantia do Estado independente da República Popular de Angola.

 

“Ao transmitir ao MPLA e ao povo angolano e à família de Lúcio Lara as mais

sentidas condolências e os sentimentos de amizade e solidariedade do PCP e evocando a sua destacada figura de patriota e de internacionalista, recordamos com respeito a sua valiosa contribuição em Portugal, ao lado do nosso Partido, para a luta contra a criminosa ditadura fascista e colonialista que, oprimindo o povo português, simultaneamente, oprimia o povo angolano”, realça a fonte.

 

Segundo o PCP, o nacionalista angolano Lúcio Lara contribuiu igualmente no combate à “criminosa ditadura fascista e colonialista que, oprimindo o povo português, simultaneamente, oprimia o povo angolano e demais povos sujeitos ao jugo colonial, tornando os nossos povos aliados numa luta libertadora comum de que a revolução do 25 de Abril e a conquista de independência de Angola foi a mais elevada expressão”.

 

 

“Não esqueceremos a contribuição do camarada Lúcio Lara para o fortalecimento das tradicionais relações de amizade, cooperação e solidariedade entre o PCP e o MPLA e entre o povo português e o povo angolano, relações que é desejo dos comunistas portugueses aprofundar sempre mais”, realça a mensagem do Secretariado do Comité Central do

Partido Comunista Português, datado de Fevereiro de 2016, a partir de Lisboa, Portugal.

 

PortalMPLA/DIP/DM

Veja todas as notícias