OPINIÃO: Malanje com certeza – João Rosa Santos

“O bem-estar e o bom viver faz-se com trabalho, pragmatismo e realismo” – 13.05.17.

Malanje, 13 MAIO 17 (SÁBADO) - É uma nova temporada. Tempos de falar e argumentar claro. Tempos que antecipam o início de um novo ciclo, de perceber como e melhor fazer, de espírito aberto e imaginação solta, que permite a entrada de novas ideias.

Num ambiente de crescente optimismo, é assim como Malanje encara o seu dia-a-dia, alicerçando com inteligência o presente, construindo com trabalho o progresso, vencendo com determinação e firmeza as barreiras do subdesenvolvimento.

São assim, os naturais e amigos desta parcela de Angola, que não poupam esforços para fazer a região crescer, acompanhar a história, concluir tarefas, reabilitar, aprender e criar com moderação e sem obsessões.

O despertar nas terras da Palanca Negra, faz tempo, vem acontecendo. Sem descurar o essencial, pouco a pouco, uma nova vida se consolida, a alegria faz morada nos corações das suas gentes e o sonho de um amanhã melhor é cada vez mais realidade.

As realizações afirmativas acontecem por toda a extensão do seu território. Na saúde, educação, na construção, na indústria, na formação, no emprego, na cultura, no desporto, na reinserção social, nas vias de comunicação, o objectivo é único, a melhoria contínua.

Por estas paragens, nada de velocidades de cruzeiro. O mais importante tem sido saber caminhar, com o rumo bem definido, estratégias aprimoradas, metas delineadas, sobriedade, que fazem a província acontecer e avançar na direcção correcta.

As gentes de Malanje sabem o que querem, têm expectativas e sabem como torná-las realidade, respeitando a diferença de opiniões, aglutinando ideais, fazendo da diversidade fonte inesgotável de sã e fraterna convivência humana.

Malanje tem também talentos, ciência bastante e capaz de fazer obra, tem oportunidades e capacidade de alargar o seu multifacético potencial, dignificar a produção nacional sem enxergar apenas o horizonte imediato. O bem-estar e o bom viver faz-se com trabalho, pragmatismo e realismo.

E é isso que os malanjinos, com certeza, sabem melhor fazer, com prazer. (Na foto, o 1.º secretário do Comité Provincial de Malanje do MPLA, camarada Norberto dos Santos “Kwata Kanawa”, governador da província).

PortalMPLA/JR/AB

Veja todas as notícias