OPINIÃO: Habitações modernas propiciam inclusão social dos angolanos – Moisés Pedro*

“Não é demais salientar que o MPLA é a força do nosso passado, do nosso presente e do nosso futuro” – 20.03.17.

 

Luanda, 20 MARÇO 17 (2ª FEIRA) – O Governo angolano, liderado pelo MPLA, vem desenvolvendo, ao longo dos 40 anos da independência de Angola, grandes projectos estruturantes nos domínios da construção, urbanização e habitação, com o firme propósito de conceder melhores condições de habitabilidade às populações.

Fazendo jus ao Programa de Governo do MPLA, podemos salientar que o sector da Construção, Urbanização e Habitação teve grandes conquistas e realizações, que se resumem num só sinónimo: a vitória do povo angolano.

Por ter sabido encarar e vencer os desafios, o Executivo do MPLA, sob a condução do Camarada Presidente José Eduardo dos Santos, construiu, para o bem da Nação, particularmente após a conquista da paz, cerca de 83 mil residências, entre sociais, de média e alta renda, grande parte das quais situadas nas novas cidades, espelhadas por todo o País.

Só um Governo organizado, com quadros eficientes, é capaz de obter resultados eficazes, que traduzem melhorias e transformações na vida socioeconómica do povo angolano.

Com o anúncio oficial, recentemente efectuado pela IMOGESTIN, sobre a venda livre de mais 26 mil habitações, nas províncias do Bengo, de Benguela, da Huíla, de Luanda e do Namibe, abrem-se novas esperanças para aqueles que desejam adquirir uma casa própria. Os ganhos destes projectos e programas são visíveis.

O desafio de construção de um milhão de casas, que o Programa do Governo prevê, é prova inequívoca de que o MPLA está firmemente engajado em resolver os problemas do povo, promovendo, desta feita, o bem-estar, com a inclusão social e económica das populações angolanas.

Em véspera de realização das Eleições Gerais de 2017, não é demais salientar que o MPLA é a força do nosso passado, do nosso presente e do nosso futuro, pois está consciente das necessidades e aspirações mais nobres do povo angolano.

*Jornalista

PortalMPLA/MP/AB

Veja todas as notícias