NOVA ANGOLA: MPLA quer empresários “no verdadeiro sentido da palavra”

O Bureau Político indicou, 2ª feira (10), que esses devem ser os protagonistas da transformação da economia angolana.

PortalMPLA, 11 DEZEMBRO 18 (3ª FEIRA) – O MPLA pretende que em Angola perdurem os empresários “no verdeiro sentido da palavra” e que sejam eles os protagonistas da transformação da economia nacional.

Esta posição consta na Declaração do Bureau Político, organismo permanente de direcção do Partido que delibera no intervalo das reuniões do Comité Central, alusiva ao 62.º aniversário da fundação do MPLA, assinalado 2ª feira (10).

“O MPLA advoga que o sector privado, as empresas e os empresários nacionais, no verdadeiro sentido da palavra, devem ser os protagonistas da transformação da economia angolana, a par da consolidação do sector financeiro, para que possa assegurar o financiamento de projectos de investimento viáveis”, lê-se na declaração.

Ainda no mesmo documento, o MPLA considerou que o desenvolvimento do sector privado deve ser apoiado por investimento directo estrangeiro, designadamente, aquele que integra, no seu projecto, conhecimento, tecnologia e mercado, apoiando, assim, o processo de transformação e de diversificação da economia, em curso no País.

Reiteradas vezes, a cúpula dirigente do MPLA denunciou a existência em Angola de falsos empresários, que enriqueceram de forma ilícita, criando fortuna através do desvio e, até, do roubo de bens públicos, pelo que o País pode e deve descartar-se deles, apoiando aqueles mais comprometidos com o presente e o futuro da Nação.

/AB

Veja todas as notícias