Não ao discurso mentiroso e insulto verbal

O MPLA não vai alinhar nem alimentar com mais achas na fogueira, o discurso político que tem surgido nos últimos tempos, baseado na mentira, no insulto verbal contra o adversário e contra os titulares das principais instituições do poder do Estado.

A afirmação foi proferida pelo Camarada Presidente João Lourenço, ao debruçar-se sobre a consolidação da reconciliação nacional, durante o discurso de abertura da 2ª reunião ordinária do Bureau Político do MPLA, realizada no dia 30 de Junho, no Complexo do Futungo II, 

João Lourenço recordou que “estamos hoje a construir uma sociedade democrática, onde ser militante de um partido político não é sinónimo de superioridade para com os demais cidadãos”.
“Isto nada tem a ver com a disputa política entre as forças políticas e o direito de uns fazerem oposição ao poder, nos termos da lei e da ética política”, referiu João Lourenço.

Os canais de diálogo, disse, estão abertos a todos, sobretudo, para os líderes partidários que têm no hemiciclo do Parlamento, a arena perfeita para se exprimir livremente”, referiu o Camarada João Lourenço 
MP

Veja todas as notícias