MPLA NO PARLAMENTO: Agrado pelo Fundo Activo de Capital de Risco

Declaração Política à Plenária (foto) incitou, 5ª feira, 23, o empresariado angolano a usar a nova fonte de financiamento.

 

Luanda, 24 MARÇO 17 (6ª FEIRA) – O MPLA congratulou-se, quinta-feira (23), em Luanda, pelo facto de, a partir desse dia, as empresas angolanas poderem usufruir de mais uma fonte de financiamento para os seus projectos, designadamente, o Fundo Activo de Capital de Risco Angolano (FACRA).

Esta satisfação está expressa na sua Declaração Política, apresentada, quinta-feira (23), à 4ª Plenária Ordinária da Assembleia Nacional (foto), pelo deputado Pedro Sebastião, presidente em exercício do Grupo Parlamentar do MPLA, na qual incitou o sector empresarial a impulsionar os seus negócios, mediante recurso a essa fonte de financiamento. 

Segundo a declaração, esse instrumento contribuirá, em muito, para a consolidação do processo de diversificação da economia nacional, do desenvolvimento do sector privado, do aumento do emprego e do rendimento das empresas e das famílias angolanas.

“Desta forma, estaremos a aumentar o bem-estar social e a dar uma contribuição decisiva no sentido de, progressivamente, eliminar-se a pobreza e a esbater as assimetrias regionais” – profetizou o documento.

A proposta de Lei de Alteração à Lei das Micro, Médias e Pequenas Empresas, de 13 de Setembro de 2011, foi aprovada pela Assembleia Nacional, com 173 votos a favor, seis contra e nenhuma abstenção.

PortalMPLA/AB

 

Veja todas as notícias