MPLA NO PARLAMENTO: “Genuinamente angolano”

O Partido aplaudiu, 4ª feira (23), a histórica aprovação do novo Código Penal.

PortalMPLA, 24 JANEIRO 19 (5ª FEIRA) – O MPLA aplaudiu a histórica aprovação, 4ª feira (23), pela Assembleia Nacional, em Luanda, do novo Código Penal, que o presidente do seu Grupo Parlamentar chamou de “genuinamente angolano”.

(Na foto, deputados do MPLA no momento do voto positivo).

O novo instrumento jurídico (155 votos a favor, um contra e sete abstenções) satisfaz o MPLA, por contemplar novas realidades, novas tipologias criminais e molduras penais correspondentes, clarificando crimes, como o roubo de gado, principal riqueza das comunidades pastorícias rurais de Angola, a condução sobre efeito de álcool, que tem provocado um alto índice de mortes nas estradas do País e outros crimes públicos.

O Presidente do Grupo Parlamentar do MPLA, camarada Américo Cuononoca, ressaltou, na sua Declaração de Voto à Plenária da Assembleia Nacional, que o conteúdo do anterior diploma, herdado da era colonial e que já durava mais de 100 anos, não dava vida à dignidade da pessoa humana e nem contemplava os valores da africanidade.

“Hoje, temos um instrumento jurídico genuinamente angolano, que corresponde às exigências da sociedade e da globalização, nas esferas política, económica, social e tecnológica” – assegurou o parlamentar.

No seu Programa de Governo, para o período 2017/2022, o MPLA comprometeu-se a intervir no aperfeiçoamento da legislação sobre matérias económicas, criminais e civis e na actualização e adequação da respectiva componente processual, sendo que esse novo Código Penal é um exemplo acabado desse posicionamento político.

/AB

Veja todas as notícias