MPLA na AN: Deputada diz que Executivo faz caminhada segura

A camarada Luísa Damião disse (12) que o OGE de 2014 presta especial atenção à valorização do mercado de trabalho e que “um olhar sereno e realista permitiu vislumbrar propósitos bem claros e assentes no interesse nacional”. 

 

Luanda, 13 DEZEMBRO 13 - A deputada do MPLA Luísa Damião disse, quinta-feira (12), durante os debates para a aprovação final e global do OGE para 2014, que “o florescer do ambiente democrático que vivemos é uma soberana ocasião para saudar o Executivo, por ter apresentado uma nova metodologia na elaboração do Orçamento”.

Segundo a parlamentar, trata-se de um orçamento-programa, com objectivos bem definidos, que ilustram, de forma clara e evidente, a transparência na gestão da coisa pública e, consequentemente, na melhoria dos padrões de eficácia e eficiência da erário público.

“Um olhar sereno e realista permitiu vislumbrar, neste OGE, propósitos bem claros e assentes no interesse nacional”, afiançou.

Para aquela deputada do MPLA, o OGE para o ano económico de 2014 sublinha a prioridade na qualidade de vida dos cidadãos, promove a unidade e coesão nacionais, estimula o ritmo de desenvolvimento económico, encoraja o sector privado e protege o empresariado nacional.

“O facto de o OGE prestar especial atenção à valorização do mercado de trabalho, tanto por via da criação de novos empregos no sector não petrolífero, como através do melhoramento da competitividade da força de trabalho angolana, recorrendo a uma maior promoção das capacidades do capital humano no país, constitui um grande motivo de conforto”, referiu.

Luísa Damião adiantou que, como representante do povo, sente-se ainda mais confortável por constar no OGE programas que procuram combater os desequilíbrios territoriais, através da criação de uma rede de pólos de desenvolvimento, pólos de equilíbrios, eixos de desenvolvimento, uma contínua aposta na diversificação da produção nacional e no fomento do empreendedorismo.

“O caso de o Orçamento para 2014 contemplar projectos e programas estruturantes nos domínios da energia, água, vias de comunicação, telecomunicações e uma especial atenção ao sector social aumenta ainda mais o nosso conforto”, realçou.

Ao encorajar o Executivo a não medir esforços e continuar a trabalhar na senda do bem-estar de todos os angolanos, a deputada lembrou que “não conhecemos nenhum país no Mundo que resolve todos os problemas com um só orçamento” e que entende que o Governo está a efectuar uma caminhada segura, para satisfazer os anseios e as mais nobres aspirações dos angolanos.

PortalMPLA/ER/AB

Veja todas as notícias