MPLA desenvolve campanha contra ébola, em toda Angola

O vice-presidente do Partido, camarada Roberto de Almeida, na foto com o 1º secretário do CPP do Zaire, Joanes André, esteve (03), na comuna do Luvo, fronteira com República Democrática do Congo, onde abriu a Campanha Nacional de Sensibilização para a Prevenção da Doença do Vírus Ébola.  

 

Luanda, 07 OUTUBRO 14 (3ª FEIRA) – O MPLA, o Partido do Governo em Angola, está a levar a efeito, desde o dia três de Outubro corrente, uma Campanha Nacional de Sensibilização para a Prevenção da Doença do Vírus Ébola e declarou-a como uma tarefa permanente sua, enquanto prevelacer esta ameaça sobre todo o país.

Para tal, o vice-presidente do MPLA, camarada Roberto de Almeida, deslocou-se, exclusivamente, à província nortenha do Zaire, fronteiriça à República Democrática do Congo, onde, na comuna do Luvo, município de Mbanza-Congo, fez o lançamento da referida campanha de sensibilização.

A propósito, o Secretariado do Bureau Político do Comité Central do MPLA aprovou, a 16 de Setembro último, uma directiva, na qual indica que “a mesma será extensiva e direccionada para todo o território nacional, com maior incidência para as províncias limitrófes com a RDC, devendo abramger todas as capitais de províncias, municípios, distritos e comunas”.

 

Objectivos 

 

A realização da campanha sobre a doença do vírus ébola visa os seguintes objectivos: Informar os cidadãos sobre as formas de transmissão e de prevenção da doença; Sensibilizar a população, em geral, a adoptar comportamentos que diminuam o risco de contaminação, tais como o manejo de cadáveres de pessoas ou de animais sem protecção, a lavagem frequente das mãos, com água e sabão e cozedura correcta dos alimentos.

Igualmente, Melhorar o conhecimento da população sobre a doença, para reduzir o medo e os rumores; Envolver a comunidade na vigilância epidemiológica, mormente pela chegada de pessoas estranhas à comunidade e a ocorrência de doenças ou óbitos de causa desconhecida.

São ainda objectivos, enaltecer os esfotrços empreendidos pelo Executivo angolano e pelo Camarada Presidente José Eduardo dos Santos, na criação de medidas preventivas para combater o vírus ébola, em todo o território nacional e encorajar os responsáveis e as equipas médicas e afins a realizarem esta tarefa, com afinco, espírito de missão e patriotismo. 

Situada a 60 quilómetros a norte da cidade de Mbanza-Congo, a comuna do Luvo é um dos principais pontos de entrada e de saída de pessoas e mercadorias de e para a RDC.

(Na foto, o vice-presidente do MPLA, camarada Roberto de Almeida, com o 1º secretário do Comité Provincial do Zaire do Partido, Joanes André).

PortalMPLA/AB

 

 

Veja todas as notícias