MPLA 62 ANOS: Apoio reiterado às operações Transparência e Resgate

A vice-presidente, camarada Luísa Damião, encorajou o Governo, neste sábado (08), no Waco-Cungo, no combate aos males que prejudicam Angola.

PortalMPLA, 08 DEZEMBRO 18 (SÁBADO) – No seu discurso, no Acto Central do 62.º aniversário da fundação do MPLA, neste sábado (08), na cidade do Waco-Cungo, a vice-presidente do MPLA, camarada Luísa Damião, declarou que o Partido deve continuar a encorajar e apoiar o Governo angolano a prosseguir com as operações Transparência e Resgate, actualmente em curso em Angola.

(Na foto, momento em que a VP do MPLA era apresentada à população da província do Cuanza-Sul).

A dirigente voltou a explicar que a primeira visa combater a imigração ilegal, proteger os recursos minerais e defender a integridade territorial do País e que a segunda opõe-se à desordem pública, ao vandalismo, para proporcionar a segurança colectiva. Segundo referiu, para o êxito destas e de outras iniciativas do Executivo, os militantes, simpatizantes, os amigos do MPLA e toda a sociedade angolana devem exercer um papel fiscalizador activo.

Noutro ponto, reiterou o encorajamento do MPLA ao Executivo, na luta contra a corrupção, a impunidade, a bajulação, o nepotismo, o branqueamento de capitais e outros males, que têm causado enormes prejuízos ao Estado e ao Partido, coarctando o bem-estar e o progresso social do povo angolano e o desenvolvimento harmonioso do País.

“É nossa tarefa apoiar o Executivo, na construção de uma Angola próspera, cada vez mais democrática, solidária e inclusiva, onde o mais importante continua a ser a resolução dos problemas do povo, a implementação de políticas públicas, que correspondam aos anseios e expectativas dos cidadãos, o que passa por uma aposta na melhoria das condições de vida dos cidadãos” – sentenciou a VP do MPLA.

Esta é a primeira vez que a camarada Luísa Damião orientou, na qualidade de vice-presidente do MPLA, um acto central de aniversário do Partido.

/ER/AB

Veja todas as notícias