MALANJE: Candidato do MPLA rememora Missão do Quéssua

O Camarada João Lourenço valorizou, neste sábado (13), o contributo da Igreja Metodista na educação patriótica de muitos angolanos.

Quéssua, 13 MAIO 15 (SÁBADO) – No final da sua estadia, de dois dias, na província de Malanje, o candidato do MPLA a Presidente da República de Angola, Camarada João Lourenço, visitou, na tarde deste sábado (13), a Missão do Quéssua, pertencente à Igreja Metodista Unida de Angola.

Falando no termo da visita a essa histórica missão, situada a 12 quilómetros a leste da cidade de Malanje, João Lourenço valorizou o seu contributo na educação de muitos angolanos, a maioria dos quais filhos de camponeses pobres e que hoje tornaram-se verdadeiros nacionalistas.

“Estes nacionalistas foram espalhados por Angola, no sentido de levarem a mensagem da necessidade da luta pela independência nacional. Por isso, não foi por mero acaso que os enfermeiros e professores, que estudaram nesta Missão, engrossaram as cadeias das autoridades coloniais”, ressaltou.

Acrescentou que esse contributo, na educação das populações, continua a ser evidenciado pela Missão do Quéssua e por outras do País, que, lamentavelmente, foram destruídas pela guerra, mas que, aos poucos, vêm sendo recuperadas pelos próprios fiéis, com o apoio do Governo.

A Missão do Quéssua é considerada o berço do metodismo e da educação em Angola, que formou muitos cidadãos que hoje exercem funções públicas de relevo, entre naturais da província de Malanje e de outros pontos de Angola.

Lá encontra-se a primeira faculdade de Malanje, na especialidade de Teologia, aberta em 2009. (Na foto, a Igreja da Missão do Quéssua, local de culto cristão).

PortalMPLA/RF/AB

Veja todas as notícias