Lunda-Sul: OMA apoia MPLA na preservação da paz

CREATOR: gd-jpeg v1.0 (using IJG JPEG v62), quality = 80

Saurimo, 22/02 – As mulheres da província da Lunda-Sul, nordeste de Angola, enquadradas na Organização da Mulher Angolana (OMA), reiteraram (21) o seu contínuo apoio à estratégica do MPLA, de preservação da paz, da consolidação do Estado democrático de direito e do desenvolvimento económico-social do país.

Um comunicado, saído da 5ª Sessão Plenária do seu Comité Provincial, a OMA, indicou que está preparada para os próximos desafios do Executivo, dirigido pelo MPLA e que está ciente de que o país tem pela frente inúmeras perspectivas de desenvolvimento em vários sectores.

Segundo refere o documento, “o Comité Provincial da OMA precisa, mais do que nunca, de manter a sua unidade e coesão interna, para continuar a aumentar a capacidade organizativa e assumir o compromisso de continuar a ser uma instituição forte, de grande valia política para o MPLA e para o Governo, na procura de soluções para os problemas da mulher, especialmente da família”.

A OMA, na Lunda-Sul, sublinhou que tudo fará para continuar a dedicar-se, afincadamente, nas tarefas programadas pelo MPLA e reafirmou a sua “total disponibilidade em dar o nosso apoio e contributo em prol do engrandecimento do Partido e, ao lado do Camarada José Eduardo dos Santos, continuarmos a conquistar vitórias, rumo aos desafios futuros”.

Essa 5ª Plenária do do Comité Provincial da Lunda-Sul da OMA exortou ao incentivo e sensibilização das mulheres para participarem activamente em todas as actividades da organização e no programa de alfabetização.

FonteANGOP/AB

Veja todas as notícias