Luanda: Comité dos Bancários do MPLA em workshop sobre moeda

 File source: http://commons.wikimedia.org/wiki/File:BncNcnlAngla.jpg

Os militantes inteiraram-se (22) da nova política monetária do país, que derivou a emissão da nova família de notas e moedas metálicas do Kwanza. Na foto, a sede do Banco Nacional de Angola, em Luanda.

Luanda, 22.02 – O Comité dos Bancários do MPLA levou, nesta sexta-feira (22), a efeito um workshop subordinado ao tema “A importância da emissão da nova família de notas e moedas metálicas do Kwanza”, no intuíto de informar os militantes sobre a nova política monetária, que derivou tal medida.  

Foi principal orador o governador do Banco Nacional de Angola (BNA), José de Lima Massano, que falou da necessidade da inserção das novas notas e moedas metálicas no mercado, pelo facto de a actual família do Kwanza estar em circulação há mais de 14 anos e deixado de ter as suas características, no quadro dos modernos padrões de segurança.

Aquele responsável aconselhou os presentes a passarem informações sobre como usar a moeda nacional, a fim de se evitar que o Estado gaste mais recursos financeiros com a produção de novas notas antes do seu tempo normal de uso (sete anos), ao mesmo tempo que tranquilizou as pessoas que temem pela subida dos índices de inflação.

Crescimento da economia de Angola

No final da palestra, o segundo-secretário do Comité Provincial de Luanda do MPLA, camarada Jesuíno Silva, disse que o workshop serviu para elucidar os militantes do Partido, para evitar-se a propagação de campanhas difamatórias e desvirtuosas que tendem desvalorizar a iniciativa do Executivo, nesse sentido.

Segundo referiu, as medidas do BNA surgiram na perspectiva de fazer crescer a economia do país, para que o seu impacto seja sentido no seio das famílias, fazendo jus ao slogan eleitoral do MPLA “Angola a crescer mais e a distribuir melhor”.

O Comité dos Bancários do MPLA tem como primeira-secretária a camarada Teresa Gama.

FonteANGOP/AB

Veja todas as notícias