Jorge Valentim: UNITA cometeu grave erro ao promover a guerra em Angola

O patriota angolano, na foto, rememorou, sábado (15), na cidade do Kuito, província do Bié, o exemplo excepcional do Camarada Presidente José Eduardo dos Santos, durante e depois do conflito armado, de 27 anos.

Kuito, 17 AGOSTO 15 (2ª FEIRA) - O nacionalista Jorge Valentim, na foto, elogiou, sábado (15), na capital biena, as acções do Camarada Presidente José Eduardo dos Santos, para a melhoria contínua das condições de vida de todo o povo angolano e para a estabilidade e paz na região dos Grandes Lagos.
O camarada Jorge Valentim, que falava num acto de massas, de encerramento do programa “Cacimbo Partidário”, congratulou-se pelo desempenho extraordinário do estadista angolano, no que toca ao desenvolvimento socioecónomico e ao progresso social e político de Angola, que é uma realidade palpável.
Ao rememorar o exemplo atípico dado pelo Presidente José Eduardo dos Santos, na gestão do fim da guerra, que, durante 27 anos, havia destruído o país, aquele patriota declarou que “o Presidente da República deve continuar a merecer o nosso apoio, pelo facto de salvar o povo angolano durante e depois do conflito armado”,
Segundo suas palavras, a UNITA cometeu um “grande erro”, ao promover a guerra em Angola, que provocou muitas vítimas mortais e a destruição do país, pelo que exortou a todos os cidadãos angolanos para continuarem firmes e unidos, para vencerem os próximos desafios.
O acto político de massas reuniu cerca de 60 mil cidadãos, provenientes dos municípios do Kuito, de Catabola, de Cunhinga, de Camacupa, do Cuemba, do Chitembo, da Nhârea, do Andulo e do Chinguar.
PortalMPLA/AB

Veja todas as notícias