JOÃO LOURENÇO: Temos de criar uma sociedade que premeia a competência

In discurso de 25.02.17, no Cuito, no acto público da sua apresentação à população do Bié, como candidato do MPLA a Presidente da República de Angola.

 

Luanda, 22 MARÇO 17 (4ª FEIRA) – “Nós não queremos aqueles que, depois de terem o canudo na mão e conseguirem, logo a seguir, um emprego ficam a dormir à sombra da bananeira. Trabalhando mais ou trabalhando menos têm o salário no fim do mês.

Nós queremos aqueles quadros, aqueles trabalhadores que, independentemente de terem o emprego assegurado, o salário assegurado, se esforcem por tirar o maior rendimento possível, darem o maior lucro possível à empresa para a qual trabalhem, porque, só desta forma, estará a contribuir para a construção de uma grande Angola.

Temos de criar uma sociedade que reconhece, que estimula e, sobretudo, que premeia o mérito e a competência.

O empenho, a dedicação, o mérito e a competência devem ser bem pagos. É assim que crescem as sociedades. É assim que se fez a América que conhecemos hoje, porque valorizou o saber, pagou e continua a pagar bem a quem sabe, a quem se esforça, a quem tem mérito, a quem tem competência (aplausos).

Que não seja nenhum sacrilégio se um mecânico competente, trabalhador, dedicado for melhor pago do que um engenheiro preguiçoso e dorminhoco (aplausos) ”.

PortalMPLA/AB

Foto:DDS 

Veja todas as notícias