Huambo (12): Mais 525 militantes da UNITA juntam-se ao MPLA

O facto ocorreu, domingo último (10), em Katchiungo, 62 quilómetros a norte da cidade do Huambo, o que perfaz, só nesse município, um total de cinco mil e 549 cidadãos, que, desde Janeiro deste ano, abandonaram aquele partido da oposição e se juntaram, “por convicção própria”, ao MPLA. Na foto, o camarada Kundi Paihama ao entregar o Cartão de Militante ao cidadão Edilson Domingos.

 

Cachiungo, 12 AGOSTO 14 (3ª FEIRA) – Mais 525 militantes da UNITA acabam de aderir às fileiras do MPLA, desta feita no sector da Funda, Comuna da Chinhama, no município de Katchiungo, província do Huambo, centro de Angola.

O facto ocorreu, domingo último (10), o que perfaz, só no município de Katchiungo, um total de cinco mil e 549 cidadãos, que, desde Janeiro deste ano, abandonaram aquele partido da oposição e se juntaram, “por convicção própria”, ao MPLA (Na foto, o camarada Kundi Paihama ao entregar o Cartão de Militante ao cidadão Edilson Domingos).

O acto de ingresso foi orientado pelo primeiro-secretário do Comité Provincial do Huambo do MPLA, camarada Kundi Paihama, durante o qual os novos militantes juraram fidelidade e prometeram cumprir o seu Programa e Estatutos do Partido e comprometeram-se em contribuir para a consolidação da paz, da unidade nacional e da democracia.

Ao justificarem as razões do seu ingresso no MPLA, os mesmos disseram haver nele seriedade, humanismo, coerência, ideais certos, transparência no seu Programa de Governação e diálogo, aberto e franco, entre os seus dirigentes e militantes, facto que não acontece na UNITA.

“A nossa saída não foi por obrigação dos dirigentes do MPLA, mas porque temos consciência de que o desenvolvimento e o bem-estar da população passam, fundamentalmente, por uma boa escolha dos governantes e é por esta razão que elegemos o MPLA, por ser o único capaz de levar Angola ao progresso e à reconciliação nacional”, sublinharam.                       

Perante milhares de pessoas, o camarada Kundi Paihama desejou as boas-vindas aos novos militantes ao seio da grande família MPLA, apelando, por este motivo, ao respeito pelas diferenças político-partidárias, para a preservação da paz, da unidade nacional e da promoção da democracia.  

Na ocasião, os novos membros do Partido do Coração receberam os seus respectivos cartões de militante.

A comuna da Chinhama dista 60 quilómetros da vila municipal de Kachiungo, que, por sua vez, situa-se a 62 quilómetros a norte da cidade do Huambo.

PortalMPLA/AB

Fonte: Angop

Veja todas as notícias