FIDEL CASTRO: Vice-presidente do MPLA assina Livro de Condolências

Acto decorreu na manhã desta 2ª feira (28) em Luanda.

Luanda, 28 NOVEMBRO 16 (2ª FEIRA) – O vice-presidente do MPLA, camarada João Lourenço, na foto, assinou, nesta segunda-feira (28), em Luanda, o Livro de Condolências exposto na residência oficial da embaixadora de Cuba em Angola, Gisela Rivera, pelo falecimento do Comandante Fidel Castro.
No livro, aberto de hoje, 28, a quatro de Dezembro próximo, data em que cessa o luto nacional de nove dias, decretado pelo Governo cubano, em Cuba, o camarada João Lourenço escreveu o seguinte:
“A humanidade acaba de perder um grande combatente das liberdades dos povos, um dos maiores ícones da política do século 20, o Comandante Fidel Castro.
Angola verga-se perante a sua memória, por tudo quanto ele, pessoalmente, e seu povo fizeram pela liberdade da América Latina, da África e de Angola, em particular.
É um nome próprio, no nome dos milhões de militantes do MPLA, no do povo angolano, manifestamos os nossos sentimentos de profundo pesar, por tão infausto acontecimento.
O sangue vertido pelos internacionalistas cubanos em solo angolano selou, para sempre, a amizade incontestável entre os nossos povos.
Pátria ou morte, venceremos.
João Lourenço, vice-presidente do MPLA - 28.11.16”.
Na ocasião, assinaram, também, o Livro de Condolências os camaradas Paulo Kassoma, secretário-geral do MPLA, Dino Matrosse, secretário do Bureau Político para as Relações Internacionais, Joana Lina, secretária do BP para a Administração e Finanças, e Jú Martrins, secretário do BP para os Assuntos Políticos e Eleitorais.
Ainda, os camaradas Pedro Sebastião, secretário do BP para os Antigos Combatentes e Veteranos da Pátria, Luzia Inglês Van-Dúnem “Inga”, secretária-geral da OMA, e Roberto de Almeida, presidente do Conselho de Administração da Fundação Sagrada Esperança.
PortalMPLA/JA/AB
Foto: DG



Veja todas as notícias