Emprego para jovens nas prioridades do MPLA

PortalMPLA, 12 MARÇO 20 (5ª FEIRA) - Abordagem sobre as políticas de habitação, desporto e formação profissional para a juventude angolana, definidos no Programa de Governo do MPLA, marcou o início dos trabalhos do segundo e último dia do Encontro Nacional sobre os Programas do Sector Social do Plano de Desenvolvimento Nacional 2018-2022, que decorre em Luanda.

Inscrito no III painel do fórum, organizado pelo Secretariado do Bureau Político, Jesus Maiato, ministro da Administração Pública, Trabalho e Segurança Social, garantiu que o Executivo está empenhado em promover e estimular a criação de mais postos de emprego.

Falando sobre Formação Profissional, Segurança Social e Empreendedorismo, informou que o Plano de Acção de Promoção da Empregabilidade (PAPE) comporta cerca de 34 projectos que visam satisfazer os anseios dos jovens desempregados ou os que buscam novo emprego.

"O PAPE vai fomentar e apoiar o espírito de iniciativa dos empreendedores, fundamentalmente, dos jovens e mulheres, valorizar o exercício das profissões, através da atribuição das carteiras profissionais, e dar oportunidade de estágios aos cidadãos recém-formados", afirmou o ministro, assegurando que o Plano prevê até 2021 a criação de mais de 250 mil postos de trabalho, a promoção e a formalização de pequenos negócios e a reconversão da economia informal.

De salientar que o PAPE é um programa de iniciativa presidencial, e tem como objectivo dinamizar um conjunto de acções, actividades e projectos que visam estimular o surgimento de novos postos de trabalho no mercado de emprego, contribuindo, assim, para a estabilidade dos empregos criados e a redução dos níveis de desemprego.

Veja todas as notícias