ELEIÇÕES 2017: MPLA inicia divulgação do seu Programa de Governo

O candidato João Lourenço orientou, nesta 4ª feira (10), em Luanda, o acto público de apresentação.

Luanda, 10 MAIO 17 (4ª FEIRA) – O MPLA apresentou, nesta quarta-feira (10), no Centro de Conferências de Belas, em Luanda, o seu Programa de Governo, para o período 2017/ 2022 e o respectivo Manifesto Eleitoral, sob o lema “Melhorar o que está bem; Corrigir o que está mal”, num acto público que reuniu cerca de três mil e quinhentas pessoas, representando os mais diversas camadas do povo angolano.

A cerimónia de apresentação foi orientada pelo vice-presidente do Partido e candidato do MPLA a Presidente da República de Angola, Camarada João Lourenço, que pronunciou um discurso, de 23 minutos e 40 segundos, realista, exortativo e bastante ovacionado.

Na ocasião, João Lourenço declarou que o MPLA é um partido profundamente inserido na sociedade angolana e que tem sido o promotor da democracia, do desenvolvimento e da estabilidade em Angola.

“Na verdade, a essência da força, da glória e das vitórias deste grandioso Partido reside na sua constante capacidade de renovação, sempre no sentido de melhor interpretar e satisfazer as mais profundas aspirações do povo angolano” – asseverou.

De seguida, o secretário do Bureau Político do MPLA para a Política Económica e Social, camarada Manuel Nunes Júnior, fez a apresentação detalhada do referido Programa de Governo, em que apontou os quatro eixos estratégicos que o conformam.

Os quatro eixos estratégicos são os seguintes: “Angola da inclusão, do progresso e das oportunidades”, “Angola democrática e socialmente justa”, “Angola da governação moderna e transparente” e “Angola segura, soberana e com protagonismo internacional”. A cerimónia, que iniciou com a entoação do Hino da República de Angola, o “Angola Avante”, terminou com o do MPLA, o “Com o povo heróico e generoso…”.

O passo seguinte será a apresentação desse importante instrumento de governação de Angola, para os próximos cinco anos, em todas as províncias do País, onde serão realizados actos públicos e, especificamente, à sociedade civil e ao Corpo Diplomático.

PortalMPLA/AB Foto: DDS

Veja todas as notícias