Duzentos e três ex-militantes da UNITA filiam-se no MPLA, no Menongue

O ingresso teve lugar sábado (8), durante um acto político de massas realizado na cidade do Menongue, sob a presidência do 2º secretário provincial do Cuando Cubango do MPLA, camarada António Lineya.
 
Luanda, 14 AGOSTO 15 (6ª FEIRA) – Trezentos e noventa e cinco cidadãos, entre os quais 203 saídos da UNITA, principal partido da oposição, ingressaram, sábado (8), na cidade do Menongue, província do Cuando Cubango, nas fileiras do MPLA, o maior Partido de Angola.
Em declarações ao PortalMPLA, a partir de Menongue, o 2º secretário provincial do Partido, camarada António Lineya, informou que o ingresso massivo ocorreu de forma voluntária. No caso dos 203 militantes, na mensagem de renúncia, manifestaram várias preocupações que os motivou a abandonar aquele Partido.
Falaram de falta de democracia interna, de tolerância, maus tratos e incumprimento de promessas durante muitos anos, e afirmaram se rever no programa do MPLA que consideram “um Partido sério, democrata e capaz de resolver os problemas de todos os angolanos”.
Segundo o camarada António Lineya, que manifestou satisfação pelo facto e elogiou a escolha, os recém-ingressados serão integrados nos Comités de Acção do Partido em função da área de residência.
O dirigente informou que estão previstas a realização de actos semelhantes nos municípios do Rivungo, Calai, Mavinga e Dirico, localidades onde militantes deste Partido já manifestaram esta intenção.
PortalMPLA/JA/DM
 

Veja todas as notícias