Delegação vietnamita no Gabinete de Cidadania do CC do MPLA

Viegas



A directora do GCSC do Comité Central do MPLA, camarada Fátima Viegas, disse aos vietnamitas que ele existe para que o Partido possa estar cada vez mais próximo dos cidadãos, de forma a solucionar os problemas que enfrentam diariamente.
 
Luanda, 29/11 – A directora do Gabinete de Cidadania e Sociedade Civil do Comité Central do MPLA, camarada Fátima Viegas, recebeu, hoje (28), a delegação da Revista Comunista do Vietname, que está de visita oficial a Angola, a convite da Direcção do MPLA.

O encontro teve lugar na Sede Nacional do Partido, em Luanda e nele foram abordados assuntos sobre a experiência do MPLA e do Partido Comunista do Vietname na condução dos respectivos países.

Em Angola desde segunda-feira (26), a delegação da Revista Comunista, órgão oficial do Partido Comunista do Vietname, vem cumprindo um programa que se tem traduzido em encontros de trabalho com entidades do MPLA e do Executivo e em visitas a locais de interesse.
O seu regresso a Hanói está previsto para amanhã, sexta-feira (30).  

Respigos do encontro

Na sua explanação, Fátima Viegas afirmou que o GCSC do CC depende metodológica e politicamente do vice-presidente do MPLA e foi criado para que o Partido possa estar cada vez mais próximo dos cidadãos, de forma a solucionar os problemas que enfrentam diariamente.

“Trabalhamos com as camadas mais desfavorecidas e vulneráveis, no caso concreto das mulheres, jovens, crianças, portadores de deficiência, antigos combatentes e autoridades tradicionais”, disse a responsável.

Segundo disse, o GCSC/CC procura transmitir aos angolanos a necessidade de uma cidadania activa, participativa e de uma consciência patriótica para a criação de uma sociedade solidária, fraterna, onde todos os angolanos possam viver e rever-se dentro de um Estado democrático e de direito.

Por seu turno, o editor-chefe adjunto da Revista Comunista do Partido Comunista do Vietname, Pham Tat Thang, informou que a sua publicação foi criada em cinco de Agosto de 1930 e que, a partir daí, tem-se debruçado sobre quatro missões principais, designadamente, a propaganda sobre as resoluções do Partido e a ideologia de Ho Chi Minh e o Marxismo-Leninismo; a análise dos resultados do desenvolvimento do Partido e do país; o combate à propaganda adversária e inimiga e o estudo científico e a cooperação internacional.

RA/AB

Veja todas as notícias