Cuanza-Sul: Cidadãos marcham pela paz e estabilidade social em Angola

O evento teve lugar sexta-feira (20) na cidade do Sumbe, onde a sociedade civil exigiu a tranquilidade em todo o país.

 

Sumbe, 23 NOVEMBRO 15 )2ª FEIRA) -  Sob o lema “Justiça sem pressão”, a sociedade civil da província do Cuanza-Sul levou a efeito, sexta-feira (20), uma marcha pelas artérias da cidade do Sumbe, em apoio à paz, justiça social e estabilidade, com a participação, dentre outros estratos sociais, de estudantes, funcionários públicos, autoridades tradicionais e entidades religiosas.

“Por uma Angola sem pressão”, “Angola avante”, “Justiça sem pressão” foram os slogans mais usados ao longo da marcha, que começou no largo dos edifícios das direcções provinciais e terminou na Praça da Liberdade.

Os jovens, que participaram no evento, louvaram essa iniciativa aglutinadora e, em declarações ao PortalMPLA, sublinharam que “Angola é um país soberano, que não precisa da ingerência de estrangeiros, para a resolução dos seus problemas”, tendo apelado à calma colectiva, “porque o Governo angolano está atento às necessidades do seu povo”.

Numa a mensagem, lida pela cidadã Helga Jorge, a sociedade civil anunciou que vai continuar a defender a paz, a justiça e a estabilidade social, com os olhos projectados para o futuro, que a todos angolanos pertence.

PortalMPLA/MS/JA/AB

Foto: AS 

Veja todas as notícias