OPINIÃO: Cuando Cubango em franco desenvolvimento - Fernando Jaime

Fazenda Longa contribui para o melhoramento da dieta alimentar de muitas famílias.

Cuando Cubango, 04 MAIO 17-(5ª FEIRA) - O candidato do MPLA a Presidente da República, Camarada João Lourenço, visita, entre 5ª e 6ª-feira, o Cuando Cubango, província que abriga, neste momento, a maior fábrica de processamento de arroz do país que está integrada na Fazenda Agro-industrial do Longa.

Esse projecto de envergadura colossal que é considerado na actualidade como um modelo no âmbito da diversificação da economia é da iniciativa do Executivo angolano liderado pelo Camarada Presidente José Eduardo dos Santos e está integrado no vasto programa de combate à fome e à pobreza.

O referido projecto está situado na comuna do Cuíto Cuanavale, no município com o mesmo nome, localizado à 188 quilómetros de Menongue, capital do Cuando Cubango.

O Projecto Longa que é gerido por uma sociedade anónima, a Gesterra, sob orientação técnica da empresa chinesa CAMCE-Engenharia, inclui também a produção de milho, trigo, massango e hortícolas, em quantidades suficientes para satisfazer o mercado interno.

A fazenda Longa tem 30 quilómetros de extensão, dos quais 1.500 hectares destinam-se a produção de arroz, cuja mão de obra é assumida por mais de 300 jovens, que encontraram nesta iniciativa extraordinária o seu primeiro emprego e uma fonte de rendimento e sustento dos seus. Trata-se de um investimento avaliado em mais de 7,6 mil milhões de kwanzas e tem a capacidade de processar diariamente 96 toneladas de arroz.

A fábrica dispõe de três silos, cada um com capacidade para 10 toneladas e um forno para a incineração da palha do arroz destinada a gerar energia, além de três grupos geradores de 1.500 KVA, sistemas de irrigação, parque de máquinas e um posto de saúde, não apenas para os trabalhadores, mas também para os habitantes da circunscrição.

Com essa iniciativa do Executivo do MPLA cumpre-se, mais uma vez, a máxima segundo a qual “O mais importante é resolver o problema do Povo.” Esse gesto, marca o virar de uma página na história da agricultura no país e em especial nas “terras do Progresso”, como é agora conhecida a província do Cuando Cubango.

A produção agrícola desta fazenda vai contribuir para o melhoramento da dieta alimentar de muitas famílias, bem como para a fixação destas, permitindo que a agricultura familiar ao redor tenha a mão de obra necessária para desenvolver a região.

Portal/MPLA/FJ/JN

Veja todas as notícias