Camarada Presidente ressalta ganhos sociais resultantes da paz alcançada

Extensão do ensino e consequente aumento do número de crianças no sistema de ensino foi apontado como um dos principais ganhos da paz.

Luanda, 22 AGOSTO 16 (2ªFEIRA) - O Camarada Presidente José Eduardo dos Santos afirmou Sábado (20), em Luanda, que a extensão do ensino “é inevitavelmente um dos principais ganhos da paz, pois aumentou o número de alunos no sistema de ensino”.

Discursando no encerramento do VII Congresso Ordinário do MPLA, realizado durante quatro dias, o Líder fez referência a construção, nos 14 anos de paz, de escolas como principal tarefa executada pelo Governo, ao mesmo tempo que estendeu o ensino em todo o país.

Ressaltando o aumento de crianças no sistema de ensino, o Camarada Presidente assinalou, a título de exemplo, que em 2002 havia, no ensino primário, um milhão 735 mil crianças, e actualmente existem cinco milhões e 400 mil, enquanto no secundário estão matriculados, em 2016, cerca de 2 milhões e 500 mil alunos.

No ensino superior, o número de estudantes, em 2002, era de 14 mil, passados 14 anos estão a estudar 235 mil 400 estudantes.

Realçando o crescimento do ensino em quantidade, apontou como desafio da actualidade a melhoria da qualidade, devendo-se superar com urgência a formação do Professor, sobretudo no ensino primário e médio, para que tenham aptidão necessária para realizar as tarefas do desenvolvimento.

Deve-se igualmente, adiantou o Líder, ajustar o conteúdo dos programas para fazer dos estabelecimentos do ensino instituições capazes de lidar com a aquisição dos conhecimentos teóricos e a prática profissional, por forma a estimular o desejo de compreender e contribuir para o desenvolvimento.

Lembrou que a aposta do MPLA no ensino e na educação decorre dos tempos difíceis da luta de libertação nacional, fundamentalmente da luta armada, e que sempre teve preocupação com relação aos recursos humanos.

Por esta razão, acrescentou, nos primeiros anos a seguir a independência foram estabelecidos vários pacotes de cooperação com outros países e vieram para Angola professores estrangeiros, assim como foram enviados para estudar no exterior milhares de jovens, quadros estes que hoje contribuem com o seu saber para o desenvolvimento do país.

PortalMPLA 

 

 

Veja todas as notícias