Camarada Luísa Damião assina livro de condolências

A Vice- Presidente do MPLA, Camarada Luísa Damião, considerou, na manhã desta sexta-feira, 07 de Agosto, o jornalista Edgar Cunha, como “excelente formador” de quem o legado vai inspirar as novas gerações.
No livro de condolências pela morte do Jornalista da Televisão Pública de Angola, Luísa Damião escreveu que “ a família TPA perdeu um valioso quadro com invulgares qualidades humanas”.
“Foi com profunda dor e consternação que tomamos conhecimento da morte do jornalista Edgar Cunha, um profissional dedicado, que deu o seu contributo no desenvolvimento do jornalismo angolano e que se notabilizou como um exímio apresentador e um excelente formador”, escreveu a Vice- Presidente do MPLA.
À família enlutada, a Camarada Luísa Damião endereçou sentimentos de pesar, e terminou desejando paz à alma de Edgar Cunha.
Vítima de doença, o jornalista da TPA Edgar Cunha faleceu na manhã de quarta-feira, 5 de Agosto de 2020, em Lisboa, aos 58 anos de idade. 

Edgar Cunha fez parte do grupo dos primeiros licenciados em Comunicação Social formados em Angola, e para além do jornalismo, serviu também a diplomacia angolana exercendo a função de Adido de Imprensa na Embaixada de Angola na República de Cuba.

JA

Veja todas as notícias