Cabo-Verde (22): OMA cria primeira Secção na cidade da Praia

A estrutura de base no arquipélago cabo-verdiano é coordenada pela camarada Matilde Pereira. Na foto, militantes da organização feminina do MPLA, em assembleia.

 

Praia, 22 JANEIRO 15 (5ª FEIRA) – A OMA, organização feminina do MPLA, acaba de criar a sua primeira Secção, na cidade da Praia, capital da República de Cabo-Verde, no âmbito da sua política de enquadramento e mobilização da mulher angolana no exterior de Angola.

A Secção da Organização da Mulher Angolana é uma estrutura de base, que se constitui na área de residência, bairro ou povoação e compõe-se por um número não inferior a 15 militantes e por um limite máximo de 50. A sua Direcção integra uma coordenadora, uma coordenadora-adjunta, uma tesoureira e uma responsável pela Disciplina e Auditoria. 

O acto de criação da referida Secção foi orientado pela camarada Alice Lisboa Santos e contou com a honrosa presença da primeira-dama da República de Cabo-Verde, Lígia Fonseca, que enalteceu os laços de irmandade e de fraternidade existentes entre os povos angolano e cabo-verdiano, tendo desejado sucessos ao trabalho da OMA no arquipélago.

A nova Secção tem como coordenadora a camarada Matilde Pereira e como coordenadora-adjunta a cda. Margarida Monteiro.

Na ocasião, a camarada Matilde Pereira garantiu que, em Cabo-Verde, a OMA vai trabalhar com a comunidade feminina angolana, estimada em cerca de 500 mulheres, nomeadamente, em projectos socioeconómicos.  

PortalMPLA/RF/AB

Veja todas as notícias