CABINDA: Postura sábia e responsável de Angola

O candidato do MPLA rendeu tributo, neste sábado (08), ao Arquitecto da Paz.

 

Luanda, 08 ABRIL 17 (SÁBADO) - Em Cabinda, neste sábado (08), o Camarada João Lourenço regozijou – se pelo facto de a maioria dos angolanos, em idade adulta, ter cumprido o dever cívico de se capacitarem para o exercício do voto, em Agosto próximo.

Congratulou - se pelo facto de já ser suficientemente conhecido, pois ali recebeu o seu “baptismo de fogo, primeiro como formando dos célebres Centros de Instrução Revolucionária e, depois, como combatente contra a invasão zairense.

Por essa razão, João Lourenço dispõe –se a reforçar a coesão do todo pátrio, na convicção de que "”e houver maior intercâmbio entre Cabinda e o resto do território nacional, estaremos a trabalhar em prol da unidade nacional e reduzir o fluxo de concidadãos de Cabinda em direcção aos países vizinhos”.

E mais disse: “Temos a possibilidade de reverter a situação, para que Cabinda possa, isso sim, servir a região, tendo em conta o amplo mercado que representa o Baixo -Congo, entre outros”.

O candidato do MPLA a Presidente da República sublinhou, enfim, o exemplo que Angola está a dar à África e ao Mundo, com a sua política firme de Paz e Reconciliação Nacional.

Manifestou aversão aos processos de revanchismo e vingança que grassam um pouco por toda a África. Disse, nomeadamente, que a esse respeito, “somos superiores e esta postura sábia e responsável, de que estamos a ter ganhos, devemo-la ao Presidente José Eduardo dos Santos”.

PortalMPLA/DK/AB

Veja todas as notícias