BREVE INTERVENÇÃO DA CAMARADA LUÍSA DAMIÃO, VICE-PRESIDENTE DO MPLA, PROFERIDO POR OCASIÃO DA HOMENAGEM AOS NACIONALISTAS DO PROCESSO 50, 21 DE FEVEREIRO DE 2020, CINE TROPICAL.

Camarada Paulo Pombolo, Secretário Geral do MPLA;

Camaradas Antigos Combatentes e Veteranos da Pátria;

Camaradas Membros do Secretariado do Bureau Político do MPLA;

Camarada Luther Rescova, 1º Secretário Provincial do MPLA e Governador Provincial; 

Prezados convidados;

Minhas senhoras e meus senhores; 

 

Boa noite.

É com sentido patriótico e profundo reconhecimento aos heróis da liberdade, que em nome do Camarada Presidente João Lourenço tenho a honra de expressar as nossas vivas saudações, aos nossos mais velhos que nesta noite são alvos da  nossa especial atenção.

Estimados convidados;

Minhas senhoras e meus senhores;

O País e o MPLA são herdeiros dos feitos da luta e dos sacrifícios consentidos pelos nacionalistas angolanos, onde também se destacam os bravos combatentes do 4 de Fevereiro e nacionalistas do processo 50, que se viram privados de usufruir de uma vida de liberdade e com dignidade no seu próprio território.

Hoje, a semelhança de várias acções que temos realizado, quisemos proporcionar este momento de confraternização para prestarmos a nossa singela, mas significativa, homenagem, aos nossos pais aqui representados.

Outros heróis, esta noite, já não estão entre nós. Descansam aguardando o amanhã da ressurreição, segundo as sagradas escrituras. Mas os seus feitos hoje vivem e nos impulsionam a lutar para vencermos os desafios do presente e do futuro, com os olhos postos numa vida melhor para cada angolana e angolano, em qualquer canto deste belo país.

Permitam-me nesta noite, caros camaradas, que peça à todos os presentes que nos curvemos à memoria daqueles que já partiram, rendendo um minuto de silêncio.

Muito obrigada!

Caros convidados;

Minhas senhoras e meus senhores;

O MPLA considera fundamental a contínua promoção de iniciativas como esta para brindar sempre a memória dos nossos heróis. Por outro lado, devemos continuar a apoiar o Executivo e o Camarada Presidente João Lourenço na formulação e implementação de políticas públicas e sociais que visam resolver os problemas das nossas populações, mormente dos antigos combatentes e veteranos da pátria, que devem merecer sempre todo o carinho e atenção da sociedade e do Estado de um modo geral.

Nesta noite, juntamo-nos para refletir e valorizar os heróis, que nos deram o legado de um país livre e soberano, onde somos nós mesmos a ditar o nosso destino e a afirmarmo-nos no concerto das nações, guindando o nosso país para o desenvolvimento económico, social e sustentável.

Para o reencontro com o nosso passado, este é um momento ímpar de captação de forças para os desafios do presente, transmitindo aos mais jovens a necessidade de conhecerem melhor a nossa história para aprofundarem o seu sentimento com a pátria.

Este desiderato pode ser alcançado dentre várias fontes, por via de depoimentos sobre os acontecimentos do 4 de Fevereiro de 1961, que teremos o prazer de ouvir aqui e em viva voz.

Por tal facto;

Peço a vossa máxima atenção para os depoimentos, e aproveito para, mais uma vez, apelar às mulheres e aos homens do nosso País a nos curvarmos sempre perante a memória dos nossos heróis, com o trabalho árduo e responsabilidade nas nossas acções.   

Com honra e glória aos nossos heróis, curvemo-nos com respeito e elevado sentido de reconhecimento por tudo que fizeram e representam hoje para a Nação Angolana.

Que as novas gerações sejam ensinadas sobre o significado do sacrifício dos nossos heróis e sobre o que custou a liberdade.

VIVA O MPLA!

VIVA O CAMARADA PRESIDENTE JOÃO LOURENÇO!

VIVA OS HERÓIS DA LIBERDADE!

A LUTA!

E A VITÓRIA!

 

Muito obrigada pela vossa especial atenção.

Veja todas as notícias