Bengo, Cuanza Sul e Lunda Norte lamentam morte do camarada Lúcio Lara

Em mensagens separadas, os Comités Provinciais do MPLA nestas províncias expressam “profunda tristeza” pela morte do nacionalista Lúcio Lara.

Luanda, 2 MARÇO 16 (4ªFEIRA) – Os Comités provinciais do Bengo, Cuanza Sul e Lunda Norte do MPLA, em mensagens separadas, expressaram quarta-feira (2) “profunda tristeza”, pela morte, por doença, do camarada Lúcio Lara, ocorrida sábado, dia 27 de Fevereiro de 2016, em Luanda.

Enaltecem a figura de Lúcio Lara, considerando-o “militante incansável, activo, de trato fácil e de fortes convicções político-ideológicas, valores e normas do Partido e do Estado angolano”.

Estas estruturas do Partido consideram igualmente que o camarada Lúcio Lara, destacado nacionalista e militante consequente do MPLA, sempre cumpriu com zelo e dedicação as funções que lhe foram confiadas, tendo sido um dos ícones na luta contra o regime colonial português.

O camarada Lúcio Lara, que nasceu aos 9 de Abril de 1929, foi um dos primeiros nacionalistas que deu o melhor de si na luta pela independência de Angola.

Dedicou a sua juventude, o seu físico, o seu saber, o seu amor, o seu patriotismo, em suma, a sua integridade política e intelectual aos mais nobres anseios do Povo Angolano ao lado do primeiro Presidente de Angola, Dr. António Agostinho Neto e de outros eminentes Nacionalistas.

PortalMPLA/DIP/DM

 

 

Veja todas as notícias