APELO À MANUTENÇÃO DA UNIÃO

Uma das principais tarefas do MPLA para o ano 2020 é resgatar a capacidade de mobilização permanente, afirmação feita pelo Camarada Paulo Pombolo, Secretário-Geral do MPLA, na cidade do Luena, durante um encontro com os membros da Comissão Executiva Provincial do Partido no Moxico.

"O esforço do MPLA é para melhorar as condições de vida da população, e isso vai acontecer, podem ter certeza".

No referido encontro, o Secretário-Geral do MPLA lembrou aos presentes que a actual situação difícil que o País atravessa se agudizou a partir de 2014, com a baixa do preço do petróleo e a agudização da corrupção.

"No diagnóstico feito pelo MPLA e que permitiu elaborar o Programa de Governo e o Manifesto Eleitoral, concluiu-se que os níveis de corrupção eram muito altos e foi o próprio Partido quem decidiu liderar o processo de combate à corrupção", disse.

Para Paulo Pombolo, o povo angolano pode continuar a confiar num Partido que sempre se dedicou para resolver os seus problemas.

"Desde 2018 que o MPLA tem estado a aplicar medidas corajosas para contornar a situação crítica que o País enfrenta hoje. Devemos fazer uma corrente a favor do nosso líder, o Camarada Presidente João Lourenço, para que alcancemos os objectivos dessa campanha, nomeadamente melhorar as condições de vida do nosso povo".

Antes, usou da palavra o Primeiro Secretário Provincial do MPLA no Moxico, Camarada Gonçalves Muandumba, que falando sobre a organização e funcionamento das estruturas do Partido, disse: "O MPLA no Moxico está de pé, firme e preparado para os desafios!".

Gonçalves Muandumba realçou o papel do Executivo para a melhoria das condições de vida da população do Moxico, destacando a melhoria das redes rodoviária e ferroviária, o crédito e fomento da produção agrícola, o combate às ravinas, fomento habitacional, entre outro.

No final do encontro realizado na sede do Comité Provincial do Partido, o Secretário-Geral do MPLA apelou à união e coesão no seio do Partido, nos seguintes termos:

"O MPLA já enfrentou várias crises. Mas sempre superamos unindo-nos em torno do nosso líder, a quem peço para apoiarem como até aqui temos todos feito”, concluiu Gonçalves Muandumba.

Veja todas as notícias