AGENDA DO PR: Primeira visita de Estado à África do Sul

O Presidente João Lourenço declarou, nesta 6ª feira (24), em Pretória, que “Angola deve aprender com a África do Sul”.

 

Pretória, 24 NOVEMBRO 17 (6ª FEIRA) - O Presidente da República de Angola, Camarada João Lourenço, declarou, nesta sexta-feira (24), em Pretória, que as relações de amizade e de solidariedade com a África do Sul têm hoje novos desafios, em especial no campo económico e social, apontando que a abolição de vistos é o caminho para integração efectiva.

No seu discurso de abertura das conversações oficiais, por ocasião da visita de Estado à África do Sul, disse que se trata agora de conjugar esforços, para desenvolver e consolidar as respectivas economias e pugnar por uma integração económica cada vez mais efectiva, favorecendo a livre circulação de pessoas e bens e o incremento das relações comerciais.

Para João Lourenço, a abolição de vistos para os cidadãos dos dois países pode ser um passo importante nessa direcção, considerando que, pelas condições concretas em que Angola ainda se encontra, “este processo de integração se deve fazer, por enquanto, de forma gradual e ao nível bilateral”.

Referiu que o processo de integração pode evoluir desde acordos de comércio preferencial até a criação de áreas de comércio livre, além de reconhecer que, pelo grau de desenvolvimento e pelo potencial, os dois países têm responsabilidades acrescidas na sua condução e devem assumir-se, no quadro da SADC, como motores da nova dinâmica, que se pretende imprimir à cooperação na África Austral.

O Presidente angolano realçou que a integração tem, além do mais, o propósito político de reforçar as relações de segurança, de paz e de boa-vizinhança entre os países que dela participam e poderá constituir um exemplo para outras regiões de África, em permanente estado de conflito.

“Angola deve aprender com a África do Sul o processo de transformação de uma economia paralela e informal para uma economia onde as empresas são devidamente auditadas e cotadas em bolsa”, sublinhou, acreditando que isso proporcionará maiores ganhos e maior transparência na gestão da coisa pública.

Posicionamento de Jacob Zuma

Por seu turno, o Presidente da África do Sul, Jacob Zuma, agradeceu a visita de Estado do seu homólogo angolano, para encorajar João Lourenço pela forma como tem conduzido o País e reafirmar a vontade de reforçar a cooperação bilateral, sobretudo comercial.

Zuma considera necessário apoiar o sector privado no investimento de projectos, para desenvolver as economias de Angola e da África do Sul, apontando, como exemplos, a agricultura, a mineração, a ciência e tecnologia, a energia, a infra-estrutura, o turismo, entre outros.

Além do estreitamento de relações, o Presidente sul-africano disse que é preciso aproximar ainda mais os dois povos e a assinatura dos acordos de supressão de vistos e outros visam facilitar o processo de integração e o crescimento económico das duas maiores potências da região SADC.

(Na foto, momento da chegada a Pretória).

PortalMPLA/AB

Fonte: Angop

Veja todas as notícias