A NOVA ANGOLA: Autonomia na produção de ovos já no 1º trimestre de 2017

O Programa Angola Investe está a criar um tecido empresarial nacional fortalecido.

 

Luanda, 23 NOVEMBRO 16 (4ª FEIRA) – A República de Angola vai tornar-se auto-suficiente na produção de ovos, a partir do primeiro trimestre do próximo ano, dispensando, assim, a sua importação.

Actualmente, o país produz, todos os dias, um milhão e 500 mil ovos e o Governo continua a financiar empresas certificadas neste ramo, através do Programa Angola Investe.

No que toca à produção de frangos, o Executivo angolano continua a trabalhar para que atinja, também, o mais rápido possível, a auto-suficiência, pelo que está a priorizar o seu apoio às empresas que realmente trabalham neste sentido.

É objectivo do Programa Angola Investe, a criação de um tecido empresarial nacional fortalecido, sobretudo ao nível das micro, pequenas e médias empresas, que seja gerador de emprego e de riqueza para os angolanos.

Através dele, o Executivo está a diversificar a economia, para além do petróleo e do gás, está a aumentar a produção nacional, reduzindo as importações, a combater a pobreza, através da criação do emprego e do auto-emprego e a estimular a formalização das actividades económicas em Angola e aumentar a taxa de bancarização das populações.

PortalMPLA/AB

 

 

Veja todas as notícias