8 de Setembro Dia Internacional da Alfabetização

O mundo assinala nesta terça-feira, (08.09), o Dia Internacional do Analfabetismo, data instituída pela UNESCO, em 1967, celebrada em todos os países membros, com um leque de actividades que visam juntar governos e instituições da sociedade civil, para reflectirem em prol da importância da alfabetização, como forma de combater a pobreza e os desafios inerentes.
No nosso país, a efeméride é assinalada sob o marco de existência de quatro milhões de cidadãos maiores de 15 anos que não sabem ler e escrever, conforme dados avançados pelo Director Nacional da Educação de Adultos, do Ministério da Educação, Evaristo Pedro.
“O índice de analfabetismo no país pode diminuir se conseguirmos reduzir em quatro por cento o número de pessoas que não sabem ler, passando a cumprir com as exigências da UNESCO e ser considerado como um país livre do analfabetismo”, disse o director.
Em Angola a campanha de alfabetização teve início em 1976, lançada pelo primeiro Presidente da República, António Agostinho Neto, numa altura que o país contava com um índice de analfabetismo da população economicamente activa estimado em 85 por cento, e de lá ara cá, o país regista crescimento que tem permitido a elevação dos níveis
de escolarização e profissionalização da população.
No ano 2020, a taxa de analfabetismo em Angola era de mais de 50%. Em 2014, de acordo com dados do Censo populacional efectuado nesse ano, a taxa geral de analfabetismo baixou significativamente para 34%. Na população adulta mais jovem, isto é, da população dos 1 aos 24 anos de idade, a taxa de analfabetismo é ainda mais baixa situando-se nos 23%.
Como uma das medidas que visam elevar o nível de desenvolvimento humano dos angolanos, aumentar a sua esperança de vida à nascença e o acesso, de forma integrada, a bens e serviços essenciais, o MPLA compromete-se, por via do Programa de Governo 2017-2022, a trabalhar para atingir uma taxa de alfabetização de pelo menos 80% da população, bem como melhorar a qualidade e promoção do alargamento do sistema de educação.
Através do Decreto Presidencial nº 257/19 de 12 de Agosto, o Executivo aprovou o Plano de Acção para a Intensificação da Alfabetização e Educação de Jovens e Adultos (EJA-2019-2022), que está alinhado ao PDN-2018-2022.
O plano implementa três projectos, designadamente, a erradicação do analfabetismo em Angola, redução do atraso escolar no ensino primário e secundário, bem como na formação profissional e orientação vocacional.

Veja todas as notícias