7ª Sessão do CC: Presidente anuncia reajustamento na revitalização

A Direcção do MPLA constatou que “o organismo executivo central, que conduz o movimento de revitalização das estruturas de base do Partido, não tem imprimido ao processo a orientação integradora e dinamizadora que os comités de Acção devem assumir”.

Luanda, 07 FEVEREIRO 14 – Os métodos de trabalho e o programa de acção da Comissão Nacional do Movimento de Revitalização das estruturas de base do MPLA vão ser reajustados, segundo recomendação anunciada, nesta sexta-feira (07), pelo Camarada Presidente José Eduardo dos Santos, aos membros do Comité Central do Partido.
Isso porque a Direcção do Partido constatou que “o organismo executivo central, que conduz o movimento de revitalização das estruturas de base do Partido, não tem imprimido ao processo a orientação integradora e dinamizadora que os comités de Acção devem assumir, para assegurarem uma actividade concertada, no futuro, das comissões de moradores, das estruturas de vigilância comunitária, a criar e de outros agentes que actuam em prol do bem-estar, da ordem e tranquilidade públicas das comunidades em que estão inseridas”.
Ao discursar, na abertura da 7ª Sessão Ordinária do Comité Central do MPLA, o Camarada Presidente realçou a necessidade de capacitação da área do Departamento de Organização e Mobilização (DOM), que se ocupa do registo electrónico dos dados do Partido.
O Presidente Dos Santos apelou à reflexão sobre a supressão dos círculos de estudo, das candidaturas livres e da eleição directa dos primeiros-secretários dos comités de Acção do Partido, pelo facto de esta iniciativa arrefecer, ou quebrar, o dinamismo da actividade das estruturas de base do MPLA.
“Essa perda de dinamismo do trabalho político e partidário e o dialogo insuficiente entre os dirigentes, responsáveis, quadros e as bases do Partido e o povo, de um modo geral, não permite manter viva e actualizada a mensagem sobre as intenções e realizações do MPLA, abrindo espaços vazios que são preenchidos, com algum impacto, com mentiras e calúnias, dos seus detratores e adversários de má-fé” – constatou. .
Por outro, o Presidente José Eduardo dos Santos recomendou uma reflexão sobre a real situação interna do Partido e a sua inserção na sociedade angolana.
Outro assunto importante apontado, que deve merecer atenção, é o sistema de prestação de contas, definido pelos Estatutos e Regulamentos do Partido.
PortalMPLA/ER/RF/AB

Veja todas as notícias