7.º CONGRESSO EXT. do MPLA ajusta Estatutos do Partido

CREATOR: gd-jpeg v1.0 (using IJG JPEG v62), quality = 90Os trabalhos decorrem desde a manhã deste sábado (15) no Centro de Conferências de Belas, em Luanda.

PortalMPLA, 15 JUNHO 19 (SÁBADO) – O MPLA iniciou, na manhã deste sábado (15), em Luanda, o seu 7.º Congresso Extraordinário, onde vai proceder a ajustamentos pontuais aos seus Estatutos e alargar, com mais 134 membros, o seu Comité Central. 

Os Estatutos estabelecem a estrutura orgânica do MPLA, as regras da democracia interna, as normas da vida partidária, bem como os princípios de organização, de funcionamento e de direcção do Partido.

Estes podem ser ajustados, à medida que se avança na senda do progresso social e sempre em respeito à vontade dos militantes.

O Comité Central, constituído, até antes da realização deste magno evento, por 463 membros, é o órgão deliberativo máximo do MPLA no intervalo dos congressos, que estabelece a linha de orientação política do Partido.

A Agenda de Trabalho engloba, também, o tema “MPLA e os desafios do futuro – processo autárquico”, um assunto referente à aproximação do exercício do político às populações e ao estreitamento da ligação entre os cidadãos eleitores e os governantes.

A sessão de abertura foi preenchida, pela ordem, com a apresentação, pelo secretário do Bureau Político para os Assuntos Políticos e Eleitorais, Mário Pinto de Andrade, do Relatório da Comissão de Mandatos, com a entoação do Hino Nacional da República de Angola, seguido por um minuto de silêncio, em memória aos heróis da Pátria, em especial o Fundador da Nação, Camarada Presidente Agostinho Neto.

Na voz da vice-presidente do Partido, camarada Luísa Damião, o Comité Central prestou a sua informação sobre a realização deste congresso, a OMA fez uma saudação, em mensagem a todos os presentes, seguida pela apresentação, pela dupla Sidónio e Lembinha, de uma peça sobre os desafios da sociedade angolana.

O discurso de abertura, proferido pelo Camarada João Lourenço, Presidente do MPLA, foi o momento mais alto da sessão, no qual declarou: “Gostaríamos imenso de ter entre nós a presença do Camarada José Eduardo dos Santos, que, ao longo de 39 anos, conduziu o MPLA nos momentos bons e maus e hoje é o Presidente emérito do nosso Partido”.

/www.mpla.ao

/AB

/Foto: JL

Veja todas as notícias